Radioativos131

Tudo sobre tratamento com iodo, câncer de tireoide e dieta sem iodo

Quem?

O Radioativos131 é um ponto de encontro para pessoas com câncer de tireoide em busca de melhor qualidade de vida. O site tem o objetivo de compartilhar suas experiências sobre diagnóstico, tratamentos, cirurgia, iodoterapia e exames periódicos.

Além de informação prática, você encontra aqui outras pessoas que passaram pelo que você está passando e tiveram as mesmas dúvidas que você tem hoje: O que posso comer durante a dieta sem iodo? O que é proibido? Posso usar maquiagem? A cicatriz vai ficar feia? Como será minha vida depois do tratamento? Como é a iodoterapia?

Todos estes assuntos que parecem tão estranhos depois de um diagnóstico de câncer também mudaram a vida de milhares de radioativos que se encontram aqui. Você não está sozinho nesta experiência única. Seja bem-vindo!

Contribua contando a sua história ou fazendo perguntas! Deixe um comentário!

O site surgiu do encontro de duas jornalistas radioativas que se encontraram em 2009, Natalia Gómez e Carmem Maia.

Hoje as perguntas são respondidas aqui no site por mim, Natalia. Fiquei doente no final de 2008 e fiz minha cirurgia em janeiro do ano seguinte. Meu câncer era papilífero. Dois meses depois, fiz a iodoterapia no Hospital Santa Paula, em São Paulo. Foi difícil, mas sobrevivi. E melhor, pude conhecer tantas histórias e pessoas interessantes aqui neste espaço. O Radioativos131 é um projeto que cuido com muito carinho, mas não existiria sem a troca de informações que existe entre vocês. Obrigada.

Quem quiser falar comigo, é só fazer comentários no site.

 

26 comentários sobre “Quem?

  1. Larissa em disse:

    Oi, me chamo Larissa e tenho 17 anos. Moro no RJ. Minha história é a seguinte… Uma vizinha notou que eu estava com o pescoço inchado, ela comentou com minha mãe que me levou ao médico. Esse médico me encaminhou a uma endocrinologista (que era incrível rs) e após uns exames ela me falou que eu tinha tireóidite de Hashimoto. Ok, e daí se passaram três anos de acompanhamento até que em outubro de 2012 uma ultrassom da tireóide – que eu fazia a cada seis meses – apresentou um nódulo, fiz a punção e deu benígno. Mas a médica me recomendou operar o que pra mim foi uma benção!! Em março de 2013 operei. Durante a cirurgia o cirurgião achou mais dois nódulos. Agora eram três e dois deles eram malígnos segundo a biopsia. Acho que reagi muito bem mas o que realmente doía era ver minha mãe sofrendo com esse resultado que foi confirmado em uma segunda biopsia. Fiz a iodoterapia em julho, no INCA e hoje apenas faço controle de 3 em 3 meses. Eu tinha 16 anos quando tudo foi descoberto e pior que o tratamento é ver o impacto que isso causa em pessoas que te amam, falo isso por minha mãe que foi muito forte mas que sofreu. Sabe como é mãe né! rs

  2. Cristiane em disse:

    Paz, luz e conforto! Se vc tiver câncer de tireóide, como eu, não se desespere. Tudo é bem mais fácil do que parece. Fiquei desesperada e aterrorizada, sem necessidade. Primeiro pela cirurgia. Foi tudo mais simples do que pensei. A anestesia geral, foi só um dormir e acordar sem nem perceber, Não senti nem grandes dores nem grandes ardências , como eu pensava. Na verdade não senti dor praticamente nenhuma. Era só ficar bem quietinha , dormir, e pronto, quando vi já tinham passado os três dias e eu estava melhorando. Tomava sopa em mini golinhos, bem devagar. Eu mesma fazia meus curativos, via tv, e me recuperei super rápido. Depois era a supressão do hormônio. Quanta fantasia ! Imaginava mil coisas, mas na verdade, senti apenas sonolência, cansaço para ficar muito em pé,e caminhar, os joelhos um pouco pesados, mas logo percebi que bastava me deitar para qualquer mal estar passar, e que não podia ultrapassar um limite Não adianta querer fazer longos passeios , etc, fique mais em casa, se possível tire uma licença, veja bastante tv, fique no computador, e deixe esse tempo passar. Logo que começa tomar o hormônio vc já caminha bastante e bem de novo, fica super bem, assim que ajustar direitinho a dose. Procure distrair sua mente com coisas prazeirosas, revistas, livros, sites, algum projeto, cursinho on line… Foi isso que eu fiz, para esqucer meus medos por um tempo, aliviar a mente. Ficar sem hormônio não foi nenhum bicho de 7 cabeças.
    Depois veio o Iodo, e a internação, também fiz uma grande fantasia… Não existe essa sensação de isolamento nenhum, uma vez que vc ouve todo o barulho de um hospital, enfermeiras batem a sua porta ,entram, respeitando a distância de 2 metros. trazem comida, remédios se precisar,, perguntam toda hora como vc está, vc vê luzes, campainhas, telefones. movimento. NADA do que imagina. Eu via tv , lia, dormia. Mas a maior fantasia é a de beber o Iodo. Não tem nada demais em beber o Iodo. não me deu nada, o gosto é quase de água, um golinho de canudo, vc não sente nada, vai sentar, deitar e ver tv e nada. Depois de horas eu jantei e aí sim eu senti um pouquinho de má digestão, ele caiu parece que meio pesado. mas eu nem cheguei a vomitar. O enjôo foi passando e foi embora. Então eu só recomendo jantar pouco. Durante alguns dias precisei comer coisas bem leves, pois tava um pouquinho embrulhada, mas nem cheguei a vomitar.
    Então esse é o meu relato, no intuito de tranquilizar e acalmar a todas as pessoas que passarem pelo que eu passei. Depois de uns três meses a vida de vcs voltará ao normal, voltarão a trabalhar, passear, etc. Ânimo! As chances de se curar são enormes! Pense somente nisso e vá em frente! Um abraço afetuoso .

  3. luciana Carvalho em disse:

    Alguém ja fez reposição com levotiroxina sódica genérica? sentiram alguma diferença? indicam alguma marca generica?

  4. Eduardo em disse:

    Tenho 38 anos, moro na região da Grande Vitória, ES e minha história foi assim:

    Em 2010 estive com a médica de meu plano para tratar de outro assunto, nada com tireóide. Tratei do assunto e ela, paralelamente, me pediu uma ultrassonografia do pescoço. Batata! Cinco pequenos nódulos na tireóide. Não sentia nada, não notei nada também, mas, aquela pessoa abençoada, guiada por Deus acertou.
    Bom, levei ao cirurgião de cabeça e pescoço. Ele disse que era só acompanhar de ano em ano, não fez punção.
    2011. Relaxei e não fiz o acompanhamento.
    2012 (abril). Voltei à médica de meu plano, na verdade ela era auditora, liberava os exames. Bom, ela então me encaminhou para fazer outra ultrassonografia, mas, agora com outro médico (endocrinologista). Ele parece com o Túlio Maravilha, rsrs, ex jogador do Botafogo. Gente boa demais, além de muito insistente e discreto. Bom, Dr. Ronald fez o exame, detectou os nódulos e senti que desconfiou de alguns, mas, nunca disse que era isso ou aquilo (acho que para não me assustar). Deu muito trabalho, fiz punção por três vezes, pois, nas duas primeiras deu amostra insatisfatória e resultados inconclusivos. Bom, na 3° punção, apesar da amostra não estar muito boa, sugeriu Carcinoma Papilífero! Vou eu para o google imediatamente!
    Por indicação de terceiros fui a outro cirurgião de cabeça e pescoço mostrar os resultados. Ele marcou minha cirurgia e operei em 23/08/12. Tive dois dos cinco nódulos confirmados como carcinoma papilífero e 3 dos cinco linfonodos cervicais com metástase! Em 29/11/12 fiz a iodoterapia com 150 de iodo. Saí um dia após a internação.
    Fiz PCI (pesquisa de corpo inteiro) uma semana depois e não houve metástases a distância, graças a Deus.
    De lá para cá venho acompanhando com exames de sangue que estão normais.
    Neste dia 22/01/14 iniciei nova dieta para iodoterapia com dose de 5 só para rastrear, faz parte do protocolo. Espero que continue dando tudo certo.
    Conclusões: é difícil, mas suportável, com o apoio de minha esposa e familiares encarei numa boa, pois, nunca achei que era imune ao câncer ou qualquer outra doença.
    Não senti muitos sintomas, só mesmo quando parei o hormônio, mesmo assim já lá no finalzinho, próximo do iodo. Agora vou tomar injeções de Tyrogen para não parar com o hormônio para realizar o iodo de acompanhamento.
    A cirurgia é rápida, a recuperação é boa, a tecnologia nos ajuda muito nos tratamentos, enfim, temos tudo para obter sucesso nos tratamentos. Agora o acompanhamento é para toda a vida, dá um pouquinho de ansiedade na hora dos exames, mas, nada que possa desanimar de viver!
    Aos que irão se submeter a estes tratamentos, fiquem tranquilos, tudo se resolve da melhor maneira desde de que tenham bons médicos.
    Deus acima de tudo e muita paz e sucesso para todo(a)s…

  5. Carolina em disse:

    Olá pessoal, meu nome é Carolina, tenho 23 anos, moro em São Paulo capital, estou já nessa luta há mais de um ano, agora surgiram metástase em outras regiões… É díficil, o apoio de amigos e familiares é muito importante.

    Se alguém desejar pode me add no facebook para conversar a respeito.
    Segue o link do meu perfil https://www.facebook.com/carolina.lou.90

    Aprendi muita coisa nesse tempo e adoraria trocar experiências, ajudar em alguma dúvida.

  6. fabyana em disse:

    Olá
    Estou organizando um G.A. no RJ…
    Interessados entrem em contato.

  7. Mª Angélica em disse:

    Pesquisando na internet encontrei esse blog e fiquei viajando nas informações de cada um que se dispôs a dividir seus sofrimentos e apreensões. Tem 4 dias que fiz a iodoterapia, estou confinada em um quarto, evitando o contato com meus familiares. Muito enjoo, sem apetite, tomando muita água para ajudar na eliminação da radiação. Para mim, essa é a pior parte do tratamento, minha cirurgia foi um sucesso, assim como o pós-cirúrgico. O preparo para a radioproteção não é lá muito agradável, principalmente nos últimos 15 dias quando o metabolismo vai ficando cada vez mais lento, mas consegui trabalhar até o dia anterior a iodoterapia. Assim, cada etapa vem sendo vencida com a ajuda de Deus e do maridão, meu anjo da guarda. Tenho fé que já venci a doença, é só questão de tempo. Fiquem com Deus!

  8. Eduardo Ribas em disse:

    Olá pessoal… Estou neste momento isolado no quarto 426 do Hospital Santa Paula… Tomei o iodo há dois dias e minha alta está programada para hoje. A gente estranha bastante essa sensação de isolamento, as paredes e placas de chumbo para proteção dos médicos, físicos e enfermeiras… O quarto todo forrado com plástico tipo insufilm (inclusive o computador que estou usando agora)… O mais difícil está sendo a falta de apetite, uma certa aversão à comida… Tive poucos enjoos e nenhum problema com as glândulas salivares. Mas pensar que isso tudo pode acabar de vez com qualquer sobra de células de tireóide presentes no meu corpo após a tireoidectomia total que fiz no Hospital 9 de Julho e afastar o câncer de vez, faz valer a pena todo o esforço. Aos que vão passar por aqui ou outro local para o mesmo procedimento, tenham muita força de vontade e foco no objetivo final. Tivemos a oportunidade de nos beneficiarmos desse avanço da medicina. Agora é compartilhar com nossos amigos e parentes a felicidade de continuar a viver! Um beijo e sucesso à todos!
    Eduardo

  9. Volto com as notícias da iodoterapia que fiz no dia 20/10 . Confesso que estava com medo , mas foi a tôa , foi tudo tão tranquilo , um verdadeiro “descanso”. Logo na chegada tomei uma injeção de “plasil” que me deu muito sono , dormi 2 horas e acordei com o almoço chegando, ( a comida foi o pior de tudo , HORRÍVEL) não tive enjoôs , nem boca seca .Fiquei meio encanada por estar “irradiando ” e assim continuar ainda por vários dias…..O mais difícil foi ficar longe dos meus netos…
    Companheiros de jornada não tenham medo , o bicho não é tão feio como parece . O importante é manter a calma que tudo corre bem. Boa sorte à todos.

  10. Eliana Silva Cepolini em disse:

    ” A vida pode ser maravilhosa se não temos medo dela”!!!!

  11. Anônimo em disse:

    Boa noite!

    Por favor, quem já fez o PET Scan sabe dizer se temos que tomar uma pequena quantidade de iodo como marcador e também fazer a dieta ou tomar o Thyrogen?

    Já fiz duas PCI e agora segundo o endócrino devo acompanhar com o PET e a dosagem do anticorpo.

    Uma quinta de luz para todos!!!!

  12. Fui retirar um “adenoma” na paratireoide e na biopsia apareceu um micro carcinoma. Meu médico disse que eu ganhei na loteria , queria assassiná-lo na hora….Depois entendi . Tenho 69 anos e esta “coisa” iria me dar trabalho numa idade mais avançada.Nem tive tempo para chorar , meu marido fez uma cirurgia grave de coluna (8 pinos ) e na mesma semana já estava com ele no hospital.Dia 20 faço a iodoterapia e não tive de parar de tomar o hormônio , pois vou tomar 2 injeções de Thyrogen , então estou passando bem. Graças à vcs minha dieta está muito boa……Aos poucos a “ficha” caiu! já chorei um rio de lágrimas……mas é normal… Depois eu conto como foi a iodo….Vou levar meu Ipad , livros e balas …Até mais

  13. Anônimo em disse:

    fiz a cirurgia em janeiro de 20012 mas não sei porq sinto como um caroço tampando minha garganta será porque e todas as vezes q fço vidio endoscopia ñ mostra nada

  14. Anônimo em disse:

    Boa noite!

    Tenho 32 anos. Descobri em janeiro de 2012, exatamente um mês e 12 dias após nosso casamento. A surpresa maior foi recordar que em setembro de 2011 havia feito a segunda biópsia, que eu havia lido o laudo e que simplesmente, ou, “não era para eu ler o diagnóstico”, Deus não permitiu, guardei o resultado, e como já tinha a primeira biópsia, e era negativa, decidi que quando voltasse da lua de mel, levaria ao endócrino. Afinal, porque eu não lí? Só Deus sabe e hoje acredito que foi para que todo o casamento seguisse feliz. Fiz a cirurgia em abril 2013, logo depois a iodo, mas com muita disposição e com a fé do meu amado esposo, sempre junto. Já realizei duas PCI e segundo o oncologista não será mais necessária, somente pelo controle sanguíneo, no entanto o endocrinologista irá pedir em jan/14 o PetScan.
    Temos ainda o sonho de sermos pais, creio que em 2014 se tudo estiver bem e Deus permitir iremos programar.

    Também muito, coisas simples se tornaram grandiosas. Vivo o hoje e procuro entender uma afirmação que lí em algum lugar: ” Porque não eu”, afinal todos podem ter o Ca, menos eu???

    Deus nos dê a esperança para todos os dias!!!!

  15. Beta Sol em disse:

    meu texto escrito num hospital da Australia. (RAI)

    1) ONTEM

    Ih Fudeu, eu pensei!.
    Fuuuuck!!!! MEU mundo ta acabandoooo, passava-se tudo na minha cabeca, to morrendo ahhhhhhhhhhhh!!!! não vou ver meus filhos crescer, e chorava, chorava, gritava fazia aquela cara de novela da Globo.
    Isso tudo dentro da minha cabeça porque na verdade estava dirigindo sozinha, num transito rápido, estava indo para casa, havia acabado de sair do medico. SÓ lagrimas silenciosas, envergonhadas escorriam dos meus olhos por baixo de um óculos escuro da moda!.
    Queria mesmo era chegar em casa p ver meus meninos, na época 2 anos e 7 meses, o maior presente da minha vida, uma benção, anjos em dose dupla.

    2)HOJE

    Tudo branco, cheiro q não suporto, pessoas de azul podem vir fazer visitas rápidas (segundos) sem avisar, este é o lugar aonde me encontro, mesmo estando aqui optei por ficar com a energia boa colorida dessa vista linda, o que importa é que estou viva .
    Esqueci de mencionar, alias e o que eu mais faço não menciono, faço q não é comigo. Estou escrevendo de um quarto de hospital, isolada por 3 dias depois da segunda dose de “RAI”como dizem aqui na Australia
    Lembra q comećei com o: -Ih FUDEUUU!, então há 1 ano atras fui diagnosticada com Câncer de Tiróide e Borderline Ovary tumor.
    WTF !!!!!!.(What The Fuck)
    Ai Começou a feder….. Retirada da Tiroide, Dose de “RAI”, Retirada do ovario e trompa esquerda.
    1 ano depois Bilateral Neck Dissection, Total hysterectomia e segunda dose de “RAI”, fora todas as biopsias, tomografias, ultrasons, exames de sangue, etc….. caraioooooooooooo!!!!!!………

    Foi neste exato momento depois de um baseado no banheiro (o q é um baseadinho p quem engoliu uma pilula de iodo radioativo, o q maconha da cancer?),voltando ao baseado merecido antes do banho com a toalha no chão tampando o vão da porta, spray c cheiro e vapor da água quente, para as s pessoas de azul não perceberem.
    FOI ai q bateu uma vontade de escrever sobre tudo, isso q agora faz parte da minha vida, de quem eu sou, faz parte de mim!.
    Foi nesse ano “difícil” (difícil o caralho) que decidi a viver olhando para as coisas boas dessa vida, evoluir como pessoa, relaxar mais, perder menos a paciência (vixxiii), amar mais….
    Decidi matar no peito e chutar para bem longe.
    VIVER.

    3)AMANHÃ

    GRATITUDE

    Por ter vindo na familia q vim, nos amigos q tenho e na vida q construí, o resto é resto!.
    “APRENDI COM A PRIMAVERA A ME DEIXAR CORTAR. E A VOLTAR SEMPRE INTEIRA”, frase da Cecilia Meireles q é perfeita para minha vida no ultimo ano.
    Claro q não queria q estivesse c essa doença, mas estou!.
    A única coisa q esta em meu alcance é simplesmente viver como deveríamos viver sempre:
    FELIZ (POR ESTAR VIVA HOJE).

  16. Fabrício em disse:

    Boa noite!
    Parabéns pelo site, na época que retirei minha tireóide não tinha conhecimento dele mas para minha iodoterapia ele foi primordial para manter a calma e foco na recuperação. Que DEUS abençoe todos e tenham certeza absoluta da cura.
    Abraços

  17. Nathalia em disse:

    Ola.
    Vou contar em resumo minha historia com o cancer.
    Em setembro de 2012 eu observei um nodulo no meu pescoço, nao me assustei muito, eu estava entretida no preparo do enxoval do meu filho. Pois e, estava gravida de sete meses. Fui ao meu medico e este me passou uns exames hormonais, os resultados ate entao normais. Depois de algumas semanas eu notei um rapido crescimento, marquei entao uma nova consulta c endocrinologista, ele foi super atencioso, os meus exames estavam normais, ele mandou q eu esperasse ate o nascimento do meu filho, para q eu fizesse a punçao aspirativa… Bom, ate ai tudo bem, meu filho nasceu saudavel em novembro/2012 e somente dois meses depois fui fazer esta bendita punçao. Quando recebi o resultado… aff de resultado: CELULAS COMPATIVEIS COM CARCINOMA PAPILIFERO. logo pensei… Meu Deus vou morrer kkk
    Marquei a consulta urgente, mas uma vez meu medico atencioso me acalmou sobre este tipo de cancer, sobre as grandes chances de cura. E entreguei nas maos de Deus. Fiz minha cirurgia em março. ocorreu tudo tranquilo. nem parecia q estava dodoi. A Iodo foi dois meses depois… Dieta complicada, sofri um pouquinho com a falta do hormonio, sintia muitas caimbras e dores nas pernas. Tomei 150 de iodo, fiquei super enjoada por uns dias, mas e normal, o problema maior foi ficar quinze dias longe do meu bebe, saudade. Sete dias depois tem a temida cintilografia, pelo menos p mim bah! A sensaçao de ficar parada por 40 minutos me apavora hehehe e o medo de ainda conter celulas pelo meu corpo tambem.
    Qdo recebi fiquei apavorada apareceram captaçoes na regiao do peito. PRONTO! Parei de comer, de viver… meu medico cirurgiao me pediu tomografias. Eu entreguei pra Deus. CONFIEI. PEDI e ele me ouviu. “Nao tinha nada nas tomografias” aff. DEUS vai me guardar e essa doença nunca mais vai voltar. Fiz exames de sague p regular o meu tsh q ja esta baixo. tomo calcio e o levoid… Amo meu filhote de nove meses, o pai dele e minha familia q estiveram ao meu lado. ACREDITEM na cura, em Deus que vai da certo.
    Nathalia Sousa.

  18. Rosa Leite em disse:

    Olá, fiz esta cirurgia a 5 anos, fiz iodoterapia, fiquei isolada num quarto de hospital, mas meus filhos, amigos me ligavam e ficavam conversando comigo, dando forças. Tive enjoo, dor de cabeça, falta de apetite, vi pra casa, fiquei longe do meu neto, filhos para ver televisão, aos poucos vai voltando ao normal, já fiz PCI 2x, e graças a Deus tudo bem. Mantenham a fé, forças e vida normal.
    Mudei muito , procuro me preocupar com pequenas coisa, passeio, viajo mais, visito os amigos e familia com mais frequencia. Adoro ir pra praia, andar na areia, sentido o cheiro do mar, do ar, parece que Deus esta mais perto e te ouvindo, então agora só agradeço.

  19. Angela Ferreira em disse:

    Olá pessoal!!
    Tomei conhecimento do site agora e vou dividir com vocês todas as dúvidas que estão me angustiando.
    Fiz a cirurgia em 06/06/2013, estou bem e marquei uma cintilografia e já a aplicação do iodo I131 para o próximo dia 02/07. Estou angustiada porque os procedimentos estão muito próximos e não dá para saber antecipadamente sobre o que ficou de tecido de tireoide para a aplicação do iodo.
    Estou falando sobre a quantidade de tecido ser superior a 10%. Minha endo me explicou se for superior a isso o certo seria reoperar até que ficasse inferior aos 10%. Este detalhe é para a eficácia do iodo. Meu CA é microcarcinoma papilifero com mínima invasão extratireoidiana. Segundo ela se o tecido remanescente for grande o iodo não vai conseguir destruir e vai criar uma fibrose dificultando uma possível reoperação. Outro detalhe é o pouco tempo da tal dieta, somente 7 dias. Ainda não estou sentindo muito os sintomas da falta de hormônios, estou trabalhando normalmente. Se puderem ajudar sobre a informação da quantidade de tecido (visto na cintilografia) eu fico agradecida.
    Abraços,
    Angela.

  20. ola, fiz minha cirrugia em novembro 2012 minha dosagem de iodo estar marcado p/ 27/05/13 em barretos …estou na dieta e na cidade aonde eu moro é muito quente se poder me ajudar em nomes de protetor solar ou hodradante ficarei granta

  21. Olá Natália e amigas…Estou com cirurgia marcada para dia 24 de janeiro, e é claro que estou ansiosa, penso que é normal, afinal ninguém quer ouvir a notícia que tem esta doença. Mas, como disse o meu médico “ESSE É O MELHOR DO CANCERES”. A hora que ouvi isso fiquei muito brava com ele, em silêncio é claro, até porque eu o achei desumano naquele momento, mas depois voltei meu pensamento para DEUS e lembrei que ELE é MAIOR que tudo e está comigo SEMPRE!!! Obrigada a todas vocês que dedicam seu tempo aqui neste espaço, esclarecendo, mimando nossos medos e anseios, desespero e esperanças, acalentando os dias vindouros, fazendo com que acreditemos que a cura é certa. Grande beijo a tod@s.

  22. ADRIANA RODRIGUES em disse:

    Olá, meu nome é Adriana tenho 45 anos e fiz a cirurgia de retirada da tireoide no dia 05/12/2012. Bem, até agora não sinto praticamente nem um efeito da falta de hormônio, graças a Deus. no dia 31/01/2013 vou internar para fazer a iodoterapia hoje comecei a fazer a dieta sem iodo sinto um pouco de cansaço com esforço no sol só tenho a agradecer a deus pela infinita misericórdia e posso dizer que sem ele eu estaria arrasada quem tiver passando por isso tem que confiar e ter muita FÉ que tudo dará certo.. Beijos

  23. maria cristina em disse:

    Olá tomei a dose de iodo hoje e não fiquei internada ,porque? e será que posso preparar as refeiçoes da minha família? tá dificil pois tenho um bebe de 1 ano.Por favor me respondam urgente.

  24. Fabiola Nosaki em disse:

    Oi meninas, comoo vocês também sou jornalista, hoje já são 62 dias operada e sem nenhuma medicação, pois farei a iodoterapia. Já não aguento mais a comida, afinal a dieta é rigorosa demais. Nos 30 dias subsequentes à cirurgia eu fiquei bem, e aos poucos comecei a sentir mais cansaço, mais sono…. tem gente que ja sente isso assim que tira a tireóide, o médico explicou que dependendendo da pessoa em uma semana já está totalmente prostrada.

    Passados 45 dias eu estava bem caidinha mesmo e agora já sinto bastante os efeitos da falta de reposição hormonal. É realmente insuportável, só oro para que Deus me ajude e não chute o balde comendo algo com sal normal, afinal comemorei o dia das mães… depois veio meu aniversário e não pude comer nada, e espero finalmente poder comemorar o dia dos pais.

    Dia 31/07/2012, próxima terça eu internarei no Hospital Nossa Senhora de Lourdes em São Paulo para fazer a iodoterapia, medo e duvidas povoam minha mente, mas vivo pela fé um dia de cada vez. Já chorei até, de ansiedade por antecipação. Tenho náuseas e por incrível que pareça nesses 62 dias eu eliminei 8 quilos, o que não costuma ocorrer, é que as vezes as nauseas me fazem ter nojo de comer ou então o cansaço.

    As mensagens de vocês são esclarecedoras e ajudam a entender alguns sintomas. Obrigada, Deus as abençoe, Fabi

  25. Marcinha em disse:

    Oi meninas,
    Gostei bastante deste site, me esclareceu bastante dúvidas que ainda tinha a respeito deste câncer e da iodoterapia. Vou fazer iodo este mês, vou tirar umas fotos do quarto e assim que sair (se estiver bem disposta) relato como foi a internação. Tô bem tranquila só não gosto muito da ideia de ficar trancada num quarto sem fazer nada, mas… se todos os problemas fossem esse… Parei com o hormônio há uma semana, por enquanto tô normal, vamos ver daqui pra frente.Boa Sorte a todos. bjus!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: